domingo, 20 de março de 2011

156 - Inventem-se novas Bibliotecas

Na passada sexta-feira, dia 18 de Março estive na Fil a fim de participar na:

III Conferência e-Learning na Futurália «Empreender com Tecnologias de Aprendizagem

Central-Topo


Promovida pela Tecminho

Valeu a pena ter estado presente! foi uma conferência muito rica com muito boas comunicações sobre e-learning, inovação e empreendorismo

A Biblioteca 2.0 nos novos ambientes de aprendizagem

Sendo a minha área de trabalho, confesso que a apresentação do Pedro Príncipe me encheu as medidas. Foi uma apresentação muito estruturada e muito bem sistematizada.

Gostei de ouvir mais alguém a dizer algo que já digo há muito, no respeitante à presença digital das Bibliotecas escolares:

a) não vale tudo
b) é uma questão de atitude
c) a importância de trabalhar em rede
d) estar ondes os utilizadores estão
e) é necessário aproveitar todos os recursos da rede e trabalhar em coerência
f) estar presença é uma questão estratégica face às novas realidades em que a escola está inserida

Se é verdade é que há muito boas práticas no trabalho das Bibliotecas escolares, também não deixa de ser verdade que há Bibliotecas que entram"nisto" por uma questão de moda a poucos conteúdos relevantes publicam. Importa promover literacias, colocar conteúdos relevantes, formar leitores, formar cidadãos.

Inventem-se novas Bibliotecas Escolares!
Como diria alguém há uns anos: Agora a nossa biblioteca está aberta à noite! será que sabemos tirar todas as consequências desta frase?