terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

406 - Obrigado Drª Teresa Calçada

Tive o privilégio de trabalhar alguns anos com a Drª Teresa Calçada. Muito aprendi com ela, sobretudo a procurar ter uma visão. Antecipar questões, tentar perceber tendências, novos desafios, ver mais à frente, ver que a resposta de hoje não é suficiente para amanhã. Este é um dos seus legados: a capacidade de prever os desafios que as bibliotecas teriam de passar e superar.

Outra das muitas aprendizagens que com ela fiz, foi esta ideia que a foto documenta : "Ninguém nasce leitor". De facto, para se ter um leitor é preciso investir, é preciso perder tempo com ele, ler-lhe, falar-lhe dos livros, mostrar-lhe a importância de ler, dar-lhe a conhecer o mistério que um livro guarda. Não basta que um biblioteca tenha livros, não basta que uma casa de família tenha livros. É preciso mexer-lhes, é preciso operar com eles, é preciso lê-los e fazer nascer  o gosto de os ler. é preciso um programa articulado de promoção da leitura.

Bem haja pela sua vida de dedicação ao fomento a leitura e pela energia que despendeu na rede de leitura pública e nas bibliotecas escolares.

Para memória futura e deleite, aqui ficam os últimos desafios que lançou a todos nós que trabalhamos nas bibliotecas e na promoção da leitura.

Entrevista no Jornal das 9 a Teresa Calçada (30.01.2014) Em tempo de despedida de Teresa Calçada como coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares, O Jornal das 9 da SIC Notícias entrevistou-a, levando o seu testemunho e saber até ao grande público.