quarta-feira, 20 de novembro de 2013

387 - Projeto Europeu RECIPE


Os participantes da delegação Portuguesa (Maria da Graça Carvalha - Diretora do AE; João Paulo Proença - coordenador do Projeto e Cláudia Corado - Professora de Inglês e coordenadora de outro porjeto europeu, coordenadora de Ciclo  


A Escola Básica Carlos Gargaté participa ao longo dos próximos três anos letivos (de 1/11/2013 a 31/10/2016) num projeto Europeu no âmbito do programa Lifelong Learning Programme (Comenius centralizado) ao qual foi dado o nome: RECIPE – Regional Education Centres in Pedagogical Europe.
As ideias chave deste projeto são as seguintes:
Os parceiros propõem-se investigar como podem as escolas trabalhar em parceria com os Centros de Formação / Pedagogical Centres /departamentos governamentais, autoridades municipais de educação e centros pedagógicos dos países envolvidos para reduzir o abandono escolar precoce (ESL) para menos de 10 % - sendo esta a meta europeia a atingir até 2020. Os parceiros propõem-se explorar e avaliar os meios existentes no terreno para enfrentar esse desafio tentando perceber "o que funciona, onde e por quê? " sendo que terão em conta a variedade de contextos socioeconómicos, culturais e educacionais dos países parceiros envolvidos no projeto. Uma atenção muito especial será dada ao trabalho que se faz com as crianças e famílias provenientes de grupos desfavorecidos, incluindo migrantes e as comunidades ciganas.

Como produtos deste projeto os parceiros pretendem disponibilizar toda uma série de produtos inovadores, a saber:  “pacotes” de recursos de materiais de formação e suporte com base em atualizações cumulativas sobre o estado da arte na região de cada parceiro , análise e documentação de melhores práticas, incluindo apresentações de DVD e outros materiais audiovisuais, publicações e apresentações acadêmicas e profissionais que sejam apresentadas em simpósios/congressos nacionais e regionais , organizar uma conferência Europeia  com a temática: escola – Centros de formação um trabalho em parceria, um curso de formação online, e uma página web sustentável como base para a disseminação e exploração dos resultados do projeto para todo o espaço europeu. Os grupos-alvo são os professores, diretores, formadores e outros especialistas em educação e decisores políticos nacionais e europeus.

Os países parceiros deste projeto são os seguintes:
P1 - Norway Karmøy kommune, Pedagogical Centre
P2 - Denmark - Albertslund Pedagogical Centre
P3 - Ireland - Clare Education Centre
P4 - Greece - Directorate of Primary Education of Western Thessaloniki;
P5 - Portugal  EB Carlos Gargaté (sendo esta a única escola envolvida)

Entre os dias 10 e 14 de Novembro realizou-se em Tessalónica-Grécia o primeiro meeting do projeto (começou oficialmente a 1 de novembro) . Para esta reunião, a OT versou em torno das estratégias de implementação do plano de trabalho constituído por cinco “pacotes”:
Work Package 1 - Research and Development (WP1 - R+D)
Work Package 2 - Exploitation of Results (WP2)
 Work Package 3 - Project management (WP3)
Work Package 4 - Quality Plan (WP4)
Work Package 5 - Dissemination (WP5)

Da minha parte procuro ainda entender como podem as Bibliotecas Escolares serem vistas como recursos essenciais para esta estratégia de combate ao abandono Escolar pois creio sinceramente que o seu contributo não é dispiciente.